Formulário de Cadastro no Topo

Como montar uma escola itinerante e faturar alto nesse mercado inexplorado?

Neste artigo você vai ver o passo a passo para faturar pelo menos 10 mil por mês a mais, através de cursos itinerantes, um mercado praticamente inexplorado no Brasil.

Quero te mostrar algumas possibilidades incríveis desse modelo de negócio, você vai perceber que você não precisa ter nenhuma experiência, basta ter a orientação certa e agir.

Uma das grandes vantagens dos cursos itinerantes são as facilidades de venda e execução do curso, depois que você faz as primeiras turmas e cria o processo, torna-se simples e você consegue fazer até 5 turmas dentro de um único mês (ou mais).

Ou seja, com um pouco de experiência no assunto, vocè consegue subir seu faturamento para pelo menos 25 a 30 mil reais por mês (esta é a média que eu sempre mantive com estes cursos)

Para facilitar a leitura do artigo, vou dividir ele em tópicos e perguntas:

 

O que são cursos itinerantes?

São treinamentos presenciais rápidos de áreas bem específicas (veja exemplos a seguir).

Estes treinamentos você faz em diversas cidades da sua região e fora dela.

Geralmente, você divulga o curso em 1 ou 2 semanas, fecha a turma que varia entre 12 e 25 alunos, enquanto o professor dá aula nessa turma, você já divulga uma nova em outra cidade.

 

O que é preciso para fazer cursos itinerantes?

O primeiro passo é firmar parcerias com os professores e profissionais de cada área (caso não seja você mesmo o professor)

Essa é uma questão bem delicada e importante,  afinal, essa pessoa precisa ser bem responsável e de sua confiança.

Aqui eu reforço sobre isso, pois tive grandes dores de cabeça com professores que não cumpriam os horários com os alunos ou que eram mal educados e perdiam alunos por isso, enfim, avalie bem com quem você fará a parceria.

Além do professor, você precisará encontrar uma sala (veja com igrejas, associações comerciais, prefeitura, etc) e em alguns casos, pode ser necessário equipamentos e outros acessórios para ministrar o curso (veremos adiante alguns exemplos)

 

Que tipo de cursos podem ser feitos assim?

Para ser sincero, qualquer tipo de curso, mas os que vendem melhor e dão mais retorno são aqueles cursos que não tem concorrência direta naquela cidade.

Vou dar alguns exemplos abaixo, mas claro, isso pode variar bastante conforme a sua região.

 

* Elétrica de automóveis

* Soldador iniciante

* Eletricista predial / industrial

* NR10 – NR33 – outras

* Operador de Máquinas

* Mecânica de motos

* Manutenção de computadores

* Atendente de farmácia

* Maquiagem / auto maquiagem

 

Obs: imagino que manutenção de celular deve vender muito bem hoje em dia, mas nunca fiz esse curso.

 

Estes são apenas alguns exemplos  de cursos que já fiz diversas vezes.

Eles podem variar bastante conforme a região, no meu caso, os de áreas industriais vendiam mais porque na região haviam diversas empresas de manutenção industrial.

 

Quanto dá pra ganhar com cursos Itinerantes?

 

Só para você ter uma ideia, um curso desse pode ser vendido facilmente por R$ 1000.00, numa turma você fecha em média 20 alunos, faturamento +- R$ 20.000 bruto.

O investimento de mais ou menos R$ 1.500.00 em marketing

 +- R$ 1.500,00 para o professor (30 horas aula x 50,00)

Mais o investimento em aluguel, deslocamento e hotel do professor, se houver.

Alguns cursos precisam de insumos, como por exemplo, o curso de eletricista que você precisa montar um painel para cada 3 ou 4 alunos, hoje em dia devem custar em torno de R$ 100.00 cada. 

Foto de um painel usado nos cursos de Eletricista Predial + NR10:



Em geral, raramente os custos atingem 30% do faturamento do curso.

No exemplo, lucraríamos mais ou menos R$ 12.000 líquido num único curso.

Conforme comentei acima, com um pouco de experiência você consegue ter mais de 1 turma ativa, elevando consideravelmente o seu faturamento. 

 

Como vender os cursos itinerantes?

Acredito que a facilidade de vender é a maior vantagem dos cursos itinerantes.

São cursos diferentes e que praticamente “se vendem sozinhos”, basta uma boa divulgação .

As mídias que mais dão resultado, geralmente são:

* Espalhar cartazes ou faixas em pontos movimentados da cidade (acredite, apesar de simples, essa é uma das melhores opções)

Exemplo de uma faixa simples de 1.50 x 70  que espalhamos pelos pontos movimentados da cidade, basta solicitar a permissão do dono do local.


* Anúncio no jornal do meio dia nas rádios locais, se houver.

* Anúncios nos classificados dos jornais, se houver.

* Anúncios de bolsa de estudos no Facebook e Instagram para gerar leads e ligar depois

* Em alguns casos, espalhar folhetos em PB nos bairros.

 

Quais são as principais vantagens dos cursos itinerantes?

* Facilidade na hora da venda

* Alta lucratividade imediata.

* Você pode fazer vários cursos ao mesmo tempo, desde que tenha bons professores assumindo em cada cidade.

* Os custos são baixos se comparar com os custos de manter uma escola convencional com funcionários, aluguel, etc.

* Você não terá riscos e despesas trabalhistas, afinal, faz apenas um contrato de prestação de serviços com os professores e demais profissionais.

 

Quais são as principais desvantagens dos cursos itinerantes?

* Dificuldade na gestão desses cursos, pois você deixará nas mãos de um professor que fará apenas encontros semanais com os alunos.

* Dificuldade para encontrar bons professores que você possa confiar a aula e entrega dos certificados após a conclusão.

* A logística para gerenciar as vendas, despesas e professores, mas isso existe em qualquer modelo de negócio.

 

Dicas importantes baseadas na experiência que tive:

* Fazer parceria com o professor pode ser melhor que oferecer um valor por hora aula, assim, ele sente que também é responsável e dono da escola

* Faça contrato com os alunos e receba tudo no ato da venda ou no primeiro dia de aula, se deixar para depois, geralmente tem inadimplência (venda parcelado no cartão)

* Faça contrato com o professor, pois ao menos é uma garantia a mais que ele e você cumprirão com o combinado.

* Faça parcerias com igrejas, associações comerciais, empresas da área e prefeitura, os cursos auxiliam no trabalho dessas instituições e você economiza com aluguéis.

* Se a divulgação não atingir o numero mínimo de alunos, é melhor devolver o dinheiro dos matriculados e absorver o prejuízo da divulgação, caso contrário, o prejuízo pode ser maior com uma turma que não cobre as despesas do curso.

---------------------------------------------------------

Então é isso, espero que você tenha gostado deste artigo e que ele abra a sua mente para a incrível possibilidade de ganhos com esta modalidade de cursos.  :-)

Lembrando que dentro do Método 3R tem todas as estratégias passo a passo para você vender qualquer tipo de curso. :-)

Grande abraço e muito sucesso!

 Elias Fernando

Blog Fazendo Certo e Método 3R.




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout exclusivo do blog - Fazendo Certo | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©