Formulário de Cadastro no Topo

Mais LUCROS, atingindo novos públicos com cursos rápidos e "in company"













Olha que coincidência bacana, vou usá-la como exemplo prático e real para este post, na segunda-feira, recebi a ligação de uma empresa aqui cidade, perguntando o seguinte:

Você tem o curso de NR35?  (curso obrigatório para quem faz trabalhos em altura)

Fechamos uma grande obra de manutenção industrial e precisamos urgentemente desse curso, são 15 funcionários que só podem entrar na indústria se tiverem essa certificação, precisamos resolver isso até quarta (isso, até hoje dia 01/10/14)

Antes de continuar, quero te perguntar: 
Se uma empresa ligasse para você agora e perguntasse isso, o que você responderia? Sim ou Não?

É sobre isso que quero falar de forma mais detalhada neste post, sobre você aumentar seu faturamento, oferecendo novos cursos para atender novos públicos, 

Olha o meu exemplo:

Eu nunca ofereci esse curso, não tinha ele na minha grade normal, não estava nem cadastrado no site, até porque, não é um curso comum que venda todos os dias, pois é um público bem específico, no entanto, eu sou uma escola profissionalizante, ou seja, ensino profissões variadas, por isso, respondi ao cliente:

"Opa, tenho sim, me dê uns 10 minutos e já lhe retorno com as informações e detalhes, preciso apenas confirmar com meu professor!"

Peguei o telefone, liguei para um professor que é técnico em segurança do trabalho, ele ministra esses cursos e temos parceria há mais de 5 anos, confirmei se ele poderia fazer no prazo que a empresa precisava, quanto me cobraria por hora aula e outros detalhes como: carga horária, materiais e custo médio do curso no mercado.

Com essas informações em mãos, liguei para o cliente e disse o seguinte:

"Ufa, deu certo, por coincidência o professor pode fazer esse curso amanhã entre a tarde e noite, se vocês me enviarem agora os dados dos alunos, já providenciamos os certificados para serem entregues no final da aula, ou seja, na quarta todo mundo já está apto para trabalhar..."

... "O valor médio desse curso no mercado é de R$ 150,00 à R$ 250,00 por pessoa, ou seja, ficaria em torno de R$ 2250,00 o preço mínimo para sua empresa, no entanto, como vocês já fizeram outros cursos com a gente, vou abrir uma exceção para que fique bom para todos nós, se fecharmos agora, o curso completo para os 15 alunos ficará em R$ 1500,00, é uma economia de R$ 750,00..."

"Você consegue a lista com os dados dos alunos para providenciarmos os certificados ainda hoje?"

Ou seja, em minutos foi resolvido um grande problema do cliente e fechei uma venda que gerou R$ 1500,00, tendo como único custo R$ 320,00 do professor, que cobrou R$ 40,00 por hora aula, em resumo, foi um lucro de R$ 1180,00.



Fizemos o curso ontem a noite, entregamos os certificados para todos os alunos, hoje a empresa já estava iniciando a obra com todos os funcionários aptos a executar o trabalho, legalmente, conforme as exigências do Ministério do Trabalho.

Aqui está uma fotinha que deixamos no nosso arquivo, aqui em baixa resolução:


Entendeu como é possível, mesmo você estando em uma cidade pequena, aumentar seu faturamento? 

Entendeu qual é o segredo? 
O segredo é TER BOAS PARCERIAS!

Ali na página de arquivos, deixei uma lista com algumas sugestões de cursos que você pode montar em parceria com Técnicos em Segurança do Trabalho e outros professores, esses cursos em áreas industriais estão em alta e está na hora de você pegar uma carona nesse barco... ;-)

Passo a passo para aumentar seu faturamento a partir de agora:

1)  Procure e faça parcerias com um bom Técnico em Segurança do Trabalho, com professores que possam dar cursos em áreas industriais e de serviços, como eletricista, soldador, etc. 

Negocie para ver o que ele prefere, se ser pago por hora aula ou dividir os lucros com sua escola. 

Se preferir, façam um contrato, breve colocarei um modelo aqui, não que isso resolva muito algum problema, por isso, é bom ter boas referências da pessoa antes de qualquer coisa, um dos maiores problemas neste caso, é quando o  professor desiste do curso no meio, não adianta contrato, pois você precisa resolver o problema com os alunos...

Geralmente essa parceria funciona assim: sua escola ficará responsável pela venda e administração do curso (cobrança, atendimento) e por fornecer a estrutura para o curso (sala de aula, materiais, etc), do outro lado, o professor, ficará responsável por ministrar um curso de qualidade para que os alunos gostem e recomendem, em alguns casos, também pelo desenvolvimento do material didático, principalmente quando se trata de um novo curso.

2) Entre em contato com as empresas da sua região informando que você tem todos os cursos para "NRs" do Ministério do Trabalho, além de outros cursos que podem ser úteis para empresa, informe que você tem planos especiais para empresas da região... e envie uma lista dos seus cursos por e-mail, ou leve-a pessoalmente para os responsáveis.

3) Vá fazendo um grande cadastro das empresas da sua região e consiga os e-mails dos responsáveis pela contratação de cursos, de tempos em tempos, envie alguma dica ou notícia sobre o mercado empresarial, que seja útil para aquela empresa,enfim, mantenha um contato próximo com ela, para que você seja o primeiro a ser lembrando quando alguém precisar.

4) Informe-se com essas empresas e também com seus próprios alunos e descubra quais cursos seriam mais importante para eles e quais eles recomendam você abrir, após ter algumas recomendações, comece divulgar um curso de cada vez, faça um grande lançamento desses cursos, use todas as ferramentas de marketing possíveis (folders, rádio, cartazes no comércio, som de rua, sms, telemarketing, etc)... faça isso a cada 30 dias em média, um curso de cada vez.

Atenção:
Para a maioria desses cursos, o professor precisa ter formação técnica e registro no "CREA", para que possa assinar seus certificados e estes, tenham validade para o Ministério do Trabalho.

Ou seja amigos, se você está sentindo dificuldades em vender os mesmos cursos de sempre, é hora de variar seu cardápio e atingir públicos que não se interessam pelos seus atuais produtos.

Não, isso não é perder o foco do seu negócio, é diversificar para atender novos públicos, perder o foco é se você, ao invés de vender cursos, começar vender outros produtos ou serviços.  

Acredite, se você tem escola profissionalizante, você tem "uma maquininha de produzir dinheiro" nas mãos, basta aprender operá-la corretamente. 

Além de tudo, você estará fazendo um trabalho importantíssimo para sua cidade e região, pense nisso e bons negócios. ;-)

---------------------------------------------------------------------------------------

Então é isso amigos, espero ter conseguido passar o conhecimento de forma consistente e que tenha ficado claro como dar início a formação de novas parcerias lucrativas para seu negócio.

Quando puder, deixe um comentário aqui no blog e por favor, indique para outros donos de escola que você conhece.

Forte abraço e sucesso!!!


Elias Fernando
Autor do Blog

Comente com o Facebook:

2 comentários:


Layout exclusivo do blog - Fazendo Certo | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©