Formulário de Cadastro no Topo

Como montar uma AGÊNCIA DE EMPREGOS na minha escola? Vale a pena?










Alguns amigos me questionaram sobre este assunto, então, aqui vai um post com informações práticas e um passo a passo para seu conhecimento e tomada de decisão, espero que goste, que comente e compartilhe!.. ;-)

Montar uma Agência de Empregos dentro da sua escola, parece ser uma ótima opção para agregar valor aos seus treinamentos, para ter uma renda a mais, enfim, parece ter apenas vantagens e realmente é uma ótima opção, no entanto, antes, quero que você reflita comigo:

Você está pensando em colocar uma agência de empregos DE VERDADE na sua escola, para realmente atuar na prática com essa atividade ou apenas imaginou ter uma agência de "brincadeirinha", para usar como argumento a mais para vender seus cursos?

Essa é uma importante questão a ser pensada antes de dar o primeiro passo. 

Muitos donos de escola usam o argumento do "balcão de emprego", no entanto, jamais fizeram uma única indicação de aluno  ou  qualquer pessoa para o mercado de trabalho.

"Agência de empregos" é uma empresa que possui uma legislação e regras a serem seguidas e algum deslize nestas leis, podem acarretar processos trabalhistas e criminais para sua empresa, portanto, se você está apenas querendo vender cursos, existem formas muito mais simples para fazer isso. 

(o nosso e-book apresenta 12 delas, para você vender o ano inteiro sem ter dores de cabeça)

Tive uma agência de empregos (de verdade) entre os anos de 2012 e 2013, então, posso compartilhar de forma bem prática, o que fazer, como fazer, por onde começar, enfim, os pontos principais para dar o "start" nessa atividade.

Em outro post, falarei sobre "Agência de Estágios", neste, vou citar os procedimentos para uma agência de empregos particular, que tem a função de recrutar profissionais conforme a exigência das empresas e cobrar por esse serviço.

Importante: um dos crimes mais comuns neste caso e é bom você ficar muito atento quanto a isso, é que é PROIBIDO cobrar para arrumar emprego para alguém, segundo o Ministério do Trabalho, o emprego não é um "produto" ou "serviço", portanto, você só pode cobrar da empresa e não do candidato, também não pode "permutar" a venda de um curso em troca de um emprego, ou coisas assim, isso é CRIME e se alguém denunciar, a multa é grande.

Na época, abri a agência porque fiz uma sociedade com uma pessoa que havia trabalhado com essa área e então, tinha o principal de tudo: experiência e contatos.

Aqui na região há muitas empresas de montagem e manutenção industrial, que prestam serviços em todo Brasil e alguns países do Mercosul, por isso, existe um giro muito grande de contratações e demissões, geralmente essas empresas contratam por tempo limitado, somente enquanto duram as obras.

Foi aí que entramos para atender essa demanda, fazíamos todo o trabalho para as empresas, desde o recrutamento e seleção, até a contratação de transporte que levaria estes trabalhadores até a obra, formalização do contrato, depois a demissão e acertos trabalhistas...

... Bom, em outras palavras, estou dizendo aqui que realmente dá muito trabalho, não pense que é uma atividade muito simples, que você vai conseguir fazer somente com as pessoas que já trabalham na sua escola, você terá que aumentar seu número de colaboradores, não estou te desanimando, só estou sendo sincero com você.

Você deve estar se perguntando: Por que parei com a agência?
Porque perdi a peça fundamental da atividade, a pessoa que tinha a experiência, gerenciava tudo e que era minha parceira na agência. 

O que aconteceu? Ela acabou encontrando uma grande oportunidade para ela mesma (é sério rs), em uma das empresas que contratavam conosco, então, optou por parar com a agência e seguir uma nova carreira. 

Eu não quis continuar sozinho, porque meu foco e experiência sempre foram com a escola, além disso, tenho a nossa rede para prestar suporte, enfim... 

Agora que você já fez uma breve reflexão sobre o trabalho de uma agência de empregos, então, para simplificar, vamos fazer um...

Passo a passo para montar uma agência de empregos:

1) O primeiro passo para abrir uma agência de empregos é procurar o seu contador e acrescentar as atividades de agenciamento de recursos humanos na documentação da sua escola, feito isso, você estará legalmente apto para exercer a nova atividade.

2) O segundo passo, será contratar ou montar uma parceria com uma pessoa com experiência na área de recursos humanos, ela que fará as entrevistas com os candidatos e principalmente, os contatos com as empresas que irão contratar os serviços da agência.

3) Você precisará de um bom sistema de gerenciamento de currículos e vagas, pois, seu principal ativo será seu bando de dados, esse sistema também precisará fazer vários filtros no seu cadastro de currículos, para encontrar rapidamente os profissionais com as exigências que a empresa está fazendo. Você encontra sistemas prontos para comprar ou alugar na Internet ou pode mandar fazer um especialmente para sua agência (mais caro).

4) Para facilitar, faça uma parceria com uma empresa de Medicina do Trabalho /  Saúde Ocupacional, essas empresas geralmente já tem os profissionais (psicólogos, médicos, técnicos em segurança do trabalho) e equipamentos (audiometria, visão, ergonomia, etc), que fazem as análises e testes com o candidato, conforme a exigência da empresa e das leis trabalhistas.

5) O ideal é que você tenha uma pessoa fazendo contatos diariamente com empresas, principalmente as indústrias, que usam muito este tipo de agência, pois, tem um grande giro de funcionários e sempre precisam de profissionais capacitados e com uma determinada experiência, é aí que a agência entra em cena, para facilitar a vida do RH dessas empresas.

6) Você cobrará da empresa, em torno de 20% do primeiro salário do profissional que ela irá contratar, mediante um contrato que deve ser firmado anteriormente (estou revisando, em breve coloco os modelos aqui na nossa página de arquivos) ;-)

Para efetuar uma contratação, basicamente:

1) A empresa entrará em contato com sua agência pedindo um profissional com determinada formação, experiência, características, enfim, ela ditará as regras detalhadas do tipo de pessoa que você deverá localizar.

2) Você fará uma busca e ao encontrar alguns profissionais com aquelas características, buscará agendar as entrevistas, neste caso, a empresa poderá deixar por sua conta ou fazer ela mesma, isso varia muito de uma empresa para outra e da confiança que elá já tem na sua agência.

3) Feita a entrevista, se a empresa resolver contratar o profissional, geralmente ela pedirá a você que providencie as documentações, exames psicotécnicos e demais exames exigidos pelo Ministério do Trabalho, além daqueles, que a própria empresa poderá exigir. 

4) Se o profissional atendeu todas as exigências da empresa, ótimo, sua agência acabou de prestar um serviço de recrutamento e gerou um novo emprego, basta enviar o boleto bancário, juntamente com a nota fiscal para a empresa pagar pelo serviço prestado.

Importante: Informe a Agência do Trabalhador do seu município sempre que fizer uma contratação, pois, mesmo que o profissional seja contratado para trabalhar em outra cidade, fica o registro do emprego gerado, o que é importante, principalmente para que a cidade receba mais investimentos e cumpra as metas de geração de empregos.


Mas tem mais alguma vantagem para minha escola?
Claro, você pode divulgar na sua escola, para que as pessoas venham cadastrar seus currículos (gratuitamente ou cobrando uma pequena taxa pelo serviço de cadastro, isso é opcional), enquanto faz o cadastro, você pode recomendar seus treinamentos conforme o perfil do candidato, afinal, é um fato que, quanto maior a qualificação, mais fácil será a contratação posteriormente.

Você só precisa estar ciente que JAMAIS deverá prometer emprego para qualquer pessoa que seja, se fizer isso, ou mesmo que haja a impressão que você fez isso, um Juiz do Trabalho pode lhe dar boas dores de cabeça...

Enfim, basta agir e vender seu serviço honestamente, todos saem ganhando e nenhum problema será gerado. ;-)

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Então é isso, espero ter conseguido passar o conhecimento de forma consistente e que tenha ficado claro como montar uma agência de empregos de verdade, junto com sua escola.

Quando puder, deixe um comentário aqui no blog e por favor, indique para outros donos de escola que você conhece.

Forte abraço e sucesso!!!


Elias Fernando
Autor do Blog




Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Muito boas as dicas, era isso que procurava. Este site está me ajudando muito, estou no primeiro dia de visita a ele e já li quase todos os artigos. Muito bom, parabéns Elias Fernando pela iniciativa. Como você disse lá na pergunta "OQUE VOCÊ GANHA COM ISSO?"... Tenha certeza que está agregando muitos valores para o país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Willian... com certeza me incentiva muito esse tipo de feedback... esse é o objetivo, criar novos pontos de vista sobre nosso ramo de negócio... ;-)

      Excluir
  2. Boa tarde Elias, como criar uma agencia legalizada sendo que este tipo de negocio nao se enquadra no simples nacional

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo, consulte seu contador sobre a possibilidade dele colocar a agência como atividade secundária na sua empresa... existe a possibilidade dela se manter no simples, neste material do Sebrae, tem informações bem completas sobre o assunto: http://goo.gl/Bnfl0T ... ;-)

    ResponderExcluir


Layout exclusivo do blog - Fazendo Certo | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©