Formulário de Cadastro no Topo

Aumente seus lucros, oferecendo novas opções de pagamento, mesmo tendo menos alunos



Prezado amigo dono de escola, quero abrir meu coração com você neste post, você já vai entender o por quê... :-).

Como empreendedor, devemos estar sempre antenados com as novidades, com as novas tendências do mercado, conhecer os anseios dos clientes, etc... mudar e se adaptar faz parte.

Pensando assim, há muitos anos eu vendo cursos à vista, no cartão, ou no cheque, somente em último caso, no boleto bancário, no entanto, há muitos donos de escola, que quando eu falo que primeiro ofereço o curso à vista, ficam de "cabelo em pé", discordam na hora e acham uma loucura, porque curso tem que ser vendido por "mensalidade" como sempre foi.

Ou seja, é um pensamento velho, de 10 ou mais anos atrás, quando as tecnologias ainda não nos permitiam oferecer outras flexibilidades em horários ou condições de pagamento.

Geralmente quando o aluno pergunta sobre o preço, realmente ele diz: "quanto tá a mensalidade?"


Bom, a questão é "matemática", se eu tenho uma meta de faturar, por exemplo: mil reais, eu preciso vender ou receber 10 mensalidades de 100,00, certo?

No entanto, se eu vendo um único curso por mil reais, já cumpri a minha meta e ainda elimino o risco de inadimplência e desistência, ok?

Logo, tenho a regra que se eu vendo curso à vista, um aluno, me dá o faturamento igual ao de 10 alunos.

Mas aí entra a questão, como fazer isso?

Simples meu amigo, ofereça mais opções de pagamento para seu aluno, dê a ele a liberdade de escolher o plano que melhor se adapta ao seu bolso e ao seu tempo de estudos.

Não faça seu cliente adaptar-se a você, ele pode não gostar ou não poder se adaptar, é você e sua escola que precisam se adaptar ao seu aluno.

Quando o aluno paga um curso à vista, cartão ou cheque na minha escola, ele tem benefícios que não teria no boleto, tais como horários totalmente liberados para fazer quantas aulas quiser (isso para cursos interativos, claro), além disso, se ele está participando de uma promoção de brindes por exemplo, ele leva o brinde na hora e não depois de pagar o curso inteiro, que demora até um ano.

Sempre digo uma frase: "não me importa muito quantos alunos eu tenho, me importa sim, quanto faturamento eu tenho", ou seja, minha meta não é ter xx alunos, mas é ter xx faturamento.

É a mesma coisa, porém, vista por um ângulo diferente.

Outra vantagem de ter um faturamento maior, com um número menor de alunos, ou seja, abaixo do seu limite (gargalo), até porque, é claro, você vai buscar sempre vender o máximo possível, é que com menos alunos, você tem um gerenciamento melhor dos recursos e consegue oferecer maior qualidade, que automaticamente, refletirá em mais vendas.

Um ponto "negativo" desta forma de trabalho, é que você não pode parar nunca de vender, precisa vender diariamente, mas isso, no meu ponto de vista, é um ponto positivo, porque "força" sua equipe de vendas a manter sempre as metas em dia.

Então é isso meus amigos, espero que gostem de mais esse post e conto com suas dicas, críticas, dúvidas e claro, com aquela indicação ou compartilhamento com outros empreendedores que você conhece. ;-)

Abraços e sucesso!!

Elias Fernando.



P. S.: Não estou afirmando aqui, que você deve concordar comigo, que usar essa estratégia é melhor ou pior, estou apenas lhe recomendando e passando um ponto de vista como empreendedor, que já testou e deu muito certo, para que você possa fazer testes e descobrir se essa estratégia funcionará bem ou não na sua escola. ;-)

  

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout exclusivo do blog - Fazendo Certo | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©